Dicas Revenda

Objeções em vendas: como lidar com elas?

Revendedores e revendedoras de sucesso não temem as objeções em vendas por uma questão de posicionamento estratégico, você sabia? Acontece que ao escutar os argumentos dos clientes é possível criar oportunidades para falar mais sobre os diferenciais de seus produtos.

Ou seja, em vez de enxergarem como o fim da linha de uma negociação, eles usam as objeções para construírem o argumento de vendas perfeito para convencer o cliente sobre a compra.

Quer algumas dicas para aplicar essa estratégia em suas revendas? Neste artigo, mostraremos que lidar com as objeções é uma ciência do ramo comercial que você pode dominar e obter resultados incríveis com ela. Veja!

Principais objeções em vendas

Como dito, lidar com os argumentos dos clientes é uma ciência, e tudo isso porque, ao ouvir uma justificativa apresentada por eles, é preciso entender a verdadeira raiz do problema. A maioria delas tem os seguintes focos:

“O preço está alto”

É muito comum fazerem comparações com produtos de outras marcas similares que os valores comercializados são menores, mas, normalmente, não se atentam que as características dos itens são diferentes.

Produtos como tapetes edredons, por exemplo, podem ser vendidos com preços menores em lojas de departamentos e outros comércios, mas nem sempre garantem a mesma qualidade de fabricantes e revendedoras especializadas em enxovais.

“Não estou precisando deste item no momento”

Alguns clientes têm restrições em relação a compras por catálogos, por exemplo, e, por esse motivo, apresentam uma objeção que adia sua tomada de decisão. É preciso investigar o real motivo e atuar sobre ele.

Itens como toalhas de mesa, lençóis de cama e jogos de banheiro sempre são necessários, mas o cliente pode alegar que não precisa, pois não está certo sobre as características do produto que está no catálogo, por exemplo. Ao descobrir o verdadeiro motivo, é preciso oferecer novos argumentos.

“Não tenho certeza de qual comprar”

Podem estar realmente indecisos em relação à escolha do item, ainda não conhecem a qualidade dos produtos ou estão incertos quanto ao seu uso e capacidade de compra.

Uma das vantagens da revenda é que ela pode ser totalmente personalizada. Assim, oferecer uma consultoria e entender as necessidades do cliente pode ser uma estratégia, além de tudo, fidelizadora.

“Prefiro comprar na loja de sempre”

A fidelidade por uma marca ou, até mesmo, a preferência por comprar itens que podem ser levados na hora da compra podem fazer com que os clientes utilizem esse argumento.

Nesse caso, é preciso valorizar a exclusividade e qualidade da marca, além de cogitar um estoque para os itens de maior procura.

Estratégias para lidar com as objeções

Além desses posicionamentos exclusivos para cada ocasião, outras estratégias podem ser utilizadas durante negociações com muitos argumentos e objeções, tais como:

Ouvir o que o cliente tem a dizer

Seus argumentos para aquela compra também podem valer para futuras vendas. Assim, escute com atenção o que ele tem a dizer e também faça um registro para que possa usar essas objeções futuramente.

Não force a venda

Se mesmo com suas novas explicações a compra ainda não for concretizada, não tente forçar. É preciso entender que cada um tem seu tempo para tomar decisões e ele precisa ser respeitado.

É importante ressaltar, porém, que a melhor maneira de lidar com objeções em vendas é dar foco na qualidade dos produtos, pois são seus diferenciais que justificam seu preço e convencem o cliente de que são feitos para atender suas necessidades, não é mesmo?

Gostou dessas dicas? Quer ficar por dentro das nossas novidades e estratégias de vendas? Então, curta agora nosso Facebook para acompanhar nossas publicações, o Instagram para receber ótimas dicas de negócio e o Youtube para assistir nossos vídeos especializados. Com tanto conteúdo, você vai melhorar cada vez mais suas revendas!

Sobre o autor

Gabriel Valle

Formado em Administração de Empresas. Começou com 12 anos e passou por todos os setores, até assumir como CEO em 2010, cargo que ainda ocupa.
Ama o que faz e busca sempre entender e atender à todas as necessidades dos clientes da Valle.

Share This