Revenda

O que você precisa saber para ser uma vendedora autônoma!

revenda valle enxovais casa & conforto

Esqueça aquela ideia de que é preciso ser uma pessoa comunicativa para se tornar uma vendedora autônoma e ter sucesso nas revendas. O aumento da variedade de produtos no mercado e as novas tecnologias que surgiram permitem que qualquer pessoa que se dedique e planeje suas vendas tenha um bom retorno financeiro.

Quer saber como entrar no mercado de revenda, que oferece tantas oportunidades de lucro para quem quer complementar renda ou refazer sua vida financeira? Neste post, contamos tudo para você! Anote as dicas:

1. Escolher bem os fornecedores 

Saber definir com quais empresas trabalhar e que produtos revender é uma das partes mais estratégicas do negócio de uma vendedora autônoma.

Por um lado, é preciso escolher uma linha de produtos que atenda ao público-alvo. Considerar interesses, necessidades e poder aquisitivo das clientes é uma forma sábia de definir o que revender. Por outro, a atenção deve ser em relação à concorrência e à confiança na fornecedora. Ao escolher cosméticos para revenda, por exemplo, a concorrência com outras vendedoras será grande. E se a empresa fornecedora tiver processos complicados para resgate de comissão ou for desonesta com seus parceiros, o esforço de venda será em vão.

2. Ter conhecimento básico sobre fluxo de caixa

Uma vendedora autônoma deve ter bom controle financeiro, tanto pessoal quanto de suas vendas. Como é comum oferecer condições de parcelamentos para as clientes, nem todo o valor da venda entrará no caixa imediatamente. Logo, é preciso manter uma verificação contínua de entradas e saídas no fluxo de caixa.

3. Organizar lista de clientes físicos e jurídicos

Um cliente satisfeito vale muitas vendas! Por isso, ter uma lista de contatos, com alguns dados dos compradores, é importante. Em eventual promoção do catálogo de vendas, por exemplo, uma nova oferta pode ser feita.

Além dos atuais consumidores, é preciso controlar os potenciais clientes, que ainda podem gerar bons negócios. É o caso dos clientes jurídicos. A Valle Casa & Conforto, por exemplo, oferece a linha hotel para que suas revendedoras façam negócios maiores com hotéis, pousadas, hostels e casas de repouso.   

4. Saber quando adquirir o CNPJ

O Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ) é bem importante para os negócios, principalmente para o trabalho de uma vendedora.

Ele pode ser obtido por meio do cadastro para microempreendedor individual (MEI), voltado a profissionais que faturam até R$ 60 mil anuais, que garante benefícios como aposentadoria, auxílio-doença e licença maternidade.

A formalização como MEI também permite que a vendedora emita notas fiscais e realize importações e exportações. Para negociações da linha de hotel da Valle Casa & Conforto, essa regularização pode ser um diferencial em relação a outras vendedoras do mercado.

5. Planejar promoções e divulgações

Se o CNPJ abre as portas até mesmo para a exportação, saber como divulgar os produtos é fundamental. E é nesse ponto que as pessoas tímidas saem ganhando.

Criar uma página no Facebook ou no Instagram, por exemplo, permite que uma vendedora autônoma divulgue ofertas e faça interações com suas clientes sem ter que vencer a timidez dos primeiros contatos.

Além disso, captar e-mails para envio de promoções exclusivas e distribuir catálogos nos salões de beleza do bairro e panfletos nas redondezas também são boas estratégias de divulgação.

6. Buscar bons treinamentos para vendedora autônoma

Também é preciso estar sempre atualizada sobre os produtos e técnicas de vendas. Procurar treinamentos que agreguem conhecimento e fazer a leitura de bons conteúdos são hábitos que ajudam a vendedora a se preparar para o momento de interagir com suas clientes. Por exemplo, aqui, no blog da Valle Casa & Conforto, além de dicas sobre os produtos e decoração, a vendedora autônoma pode acessar diversos materiais gratuitos e publicações sobre como gerenciar vendas.

Você também pode melhorar seu lucro como vendedora autônoma conversando com outras pessoas que estejam trabalhando com revenda. É possível criar parcerias e até eventos em conjunto para divulgação dos produtos. Por exemplo, como a Valle Casa & Conforto trabalha com uma linha de produtos que atende a vários públicos, é possível apresentar suas toalhas e jogo de cozinha com uma parceira que revenda utensílios de cozinha.

Agora, quer conhecer a linha completa de produtos da Valle Casa & Conforto e planejar mais ações de divulgação para suas vendas? Então, entre em contato!

Sobre o autor

Gabriel Valle

Formado em Administração de Empresas. Começou com 12 anos e passou por todos os setores, até assumir como CEO em 2010, cargo que ainda ocupa.
Ama o que faz e busca sempre entender e atender à todas as necessidades dos clientes da Valle.

  • Letícia Cruz

    top é nois!!!

Share This